Menu

Gastronomia em Brusque: principais pratos típicos da cidade

É apaixonado pela culinária de influências germânicas? Então você vai adorar conhecer mais sobre a gastronomia em Brusque e seus pratos típicos!

Quem não gosta de uma boa comida para aquecer o coração ou simplesmente matar a vontade de apreciar aquela iguaria preferida? A verdade é que a gastronomia é tão variada que abre a possibilidade de qualquer pessoa criar seu próprio estilo, seja para cozinhar, seja para consumir.

Nesse sentido, quando falamos em pratos típicos, o interessante não é exatamente o que vai dentro da panela, mas os valores cultural e afetivo que determinadas combinações gastronômicas têm para uma região.

No caso da cidade de Brusque, em Santa Catarina, a culinária alemã fica em evidência. É quase impossível caminhar pelas ruas do município e não encontrar um restaurante ou até uma doceria que comercialize pratos tipicamente alemães, como a cuca de banana com farofa.

Pensando nisso, ao longo deste artigo, conheceremos as influências gastronômicas de Brusque e os principais ingredientes utilizados pelos restaurantes. Para complementar, apresentaremos a você alguns pratos típicos da cidade que fazem a felicidade dos amantes da boa comida. Confira!

Gastronomia de Brusque e suas influências


Um fato interessante é que as influências que moldaram a cidade de Brusque não são observadas apenas na gastronomia, mas em outros quesitos culturais também, como na arquitetura, nas festividades e até na religião.

Isso porque, quando os imigrantes alemães chegaram por aqui, trouxeram consigo suas raízes. É claro que outros povos contribuíram nesse sentido, como os poloneses e suas habilidades têxteis ou os italianos e seus temperos, mas foram os alemães que transformaram a gastronomia na região.

As receitas germânicas fazem parte do dia a dia dos moradores do município e criam pratos ilustres para eventos bem conhecidos de Brusque, a exemplo da Fenarreco, que tem como iguaria principal o marreco com repolho roxo.

E quem pensa que o salgado é uma referência no cardápio dos melhores restaurantes, certamente ainda não conheceu as cucas com farofa produzidas nas confeitarias e padarias da cidade. Com um toque nacional e a origem alemã, esse doce faz sucesso no paladar de todos.

Principais ingredientes da culinária na cidade


Considerando que a culinária alemã é presente em quase todos os pratos típicos de Brusque, alguns elementos se tornaram comuns. Um belo exemplo é o marreco, normalmente recheado ou com acompanhamentos especiais.

A linguiça Blumenau é outro ingrediente que não pode faltar. Apesar de levar o nome da cidade vizinha, essa iguaria é famosa pela região, sendo servida, na maioria das vezes, como recheio de brusquetas e batatas recheadas ou no lugar da carne clássica de hambúrguer.

Temos, ainda, a carne de porco, utilizada de diversas formas para se fazer fritas de bacon, recheio de batatas assadas e crepes. Também é essencial em um prato conhecido como “einsbein”, que leva joelho de porco, chucrute, salsicha vermelha, mostardas e purê de batata.

No caso dos doces, a maçã é estrela na criação de iguarias. Inclusive, é ela que faz os apfelstrudels ou strudels tão deliciosos, que nada mais são do que massas folhadas com maçãs em pedaços, canela e açúcar por cima.

5 pratos típicos dos cardápios de Brusque


Agora que você entendeu melhor sobre as influências culturais que transformaram e moldaram a gastronomia brusquense, selecionamos cinco pratos típicos de Brusque para que possa conhecer e, quem sabe, experimentá-los quando visitar a região. Acompanhe!

1. Marreco recheado


gastronomia em brusque

Como sabemos, o marreco é um dos ingredientes mais utilizados na gastronomia de Brusque. Ele pode ser servido como recheio, acompanhamento, prato principal, entre tantas outras possibilidades.

A forma mais comum é o marreco com repolho roxo e purê de maçã. A ave é temperada e posta para assar, enquanto o repolho é refogado com cebola, bacon cortado em pedacinhos, vinagre de vinho, açúcar, uva passas, cravos da índia e sal. O purê, por sua vez, leva manteiga, limão, cravo, maçã e açúcar.

O marreco assado também pode ser servido com chucrute, purê de batata, mostardas amarela e escura, raiz forte e spätzle, que é uma massa alemã.

2. Schlachtplatte


gastronomia em brusque

Mesmo com um nome difícil de pronunciar, o schlachtplatte é conhecido por ser um prato saudável e simples que leva, basicamente, muita carne.

Para formar a iguaria, é utilizado joelho de porco, bistecas de porco defumadas, salsichas vermelhas e brancas, morcilhas escuras e brancas, com um adicional de chucrute. Tais ingredientes são servidos juntos com purê de ervilhas, porém, o preparo de cada item é individual.

O joelho de porco é cozido em água com louro, cheiro verde e cebola. As salsichas também são cozidas em água, mas sem temperos. As morcilhas, por sua vez, devem ser assadas no forno. Já as bistecas podem ser grelhadas.  

3. Joelho de porco


gastronomia em brusque

A carne de porco, de forma geral, é enaltecida nos cardápios dos restaurantes de Brusque, mas o destaque vai para o joelho, que pode ser utilizado para complementar outros pratos típicos ou como elemento principal.

Além do einsbein, sobre o qual falamos anteriormente, o joelho de porco também pode ser assado no forno, incrementado com cenoura, cebola e temperos a gosto. No caso do defumado, por outro lado, ele é cozido em panela de pressão e acompanha batatas assadas.

Outra combinação famosa é o joelho de porco à pururuca ou crocante com limão. Para preparar, basta levar a carne enrolada em papel alumínio ao forno, por cerca de três horas. Depois, tira-se o papel até que a iguaria fique crocante.

4. Cuca com farofa




Quanto aos pratos doces, a cuca com farofa é muito requisitada, em especial no Festival Nacional da Cuca. Nas versões tradicionais, ela leva banana ou goiabada e queijinho — também conhecida como cuca Romeu e Julieta.

A massa é bem simples, com manteiga, farinha de trigo, açúcar, uma pitada de sal, leite, ovos, raspas de limão e fermento. Já a farofa é feita com trigo, azeite, açúcar, canela, raspas de limão e manteiga para dar liga.

Se a cuca for a Romeu e Julieta, o recheio pode ser feito com maizena, açúcar, nata, queijinho, ovos, goiabada, açúcar e leite condensado. No caso da cuca de banana, trata-se de uma cobertura com bananas picadas em rodelas, nata, suco de limão, canela, açúcar mascavo e castanhas trituradas.

5. Strudel de maçã




Por último, mas com tamanha importância para as confeitarias da cidade, temos o apfelstrudel ou strudel de maçã. O prato é tão requisitado que muitos turistas vão até a cidade de Brusque apenas para provar essa deliciosa combinação de massa folhada e maçã.

A massa é feita farinha, manteiga, ovos, açúcar, água e gotas de vinagre, que devem ser misturados e sovados até que parem de prender nas mãos e formem uma massa macia. Ela deve ficar descansando por uma hora.

Enquanto isso, faz-se o recheio, que leva maçãs raladas ou em pedaços, manteiga, uva passas, açúcar, farinha de rosca e canela em pó. Tudo deve ser colocado aos poucos dentro da massa já esticada, a qual será repartida e fechada. É pincelado manteiga por cima e vai ao forno para assar.

Experimente as delícias dos restaurantes em Brusque


Ao que pudemos notar, a gastronomia em Brusque é variada, mas tem forte ligação com a culinária alemã, oferecendo aos moradores e visitantes pratos saborosos, com tempero cultural e iguarias que todos precisam provar.

Por isso, se você estiver passando pela região, não deixe de ler nosso artigo sobre os “10 melhores restaurantes de Brusque”. Nele, apresentamos alguns estabelecimentos reconhecidos da cidade com comidas típicas de qualidade.

No mais, se gostou deste artigo e quer ficar por dentro das novidades que publicamos por aqui, assine a nossa newsletter e receba os conteúdos em primeira mão!

Fique por dentro das melhores oportunidades

Cadastrando-se na nossa newsletter, você receberá em seu email novidades e
informações essenciais sobre o mercado imobiliário

Fique tranquilo, nós também detestamos spam :)